Tuesday, February 14, 2017

Dieta Easy Slim

Em Dezembro bati no fundo. Dei por mim a pensar que a minha roupa não me servia, que tinha de deitá-la fora para comprar tamanhos maiores, que "era mesmo assim, uma vez que estava nos 40 e a genética não ajuda", que nao gostava nada do que via ao espelho e que não ia voltar a um "sitio" onde me sentia confortável e portanto tinha mais era que me habituar.

Este pensamento durou uns dias. E depois passou-me. Sou pessoa com um ritmo de vida alucinante, cumpridora de objectivos profissionais ao nivel da excelência, normalmente solitaria mas bem disposta e não estava a conseguir (autonomamente) quebrar este ciclo. E disse BASTA!

Depois de olhar varias vezes para a farmácia lá da rua, onde publicitavam a Diete EasySlim, achei que ia arriscar. Não tinha nada a perder, a não ser alguns trocos, e no final podia ser que resultasse. Pior do que estava era impossivel e NINGUÉM a não ser eu podia ser a dona desta mudança.

Assim foi. Dia 6 de Janeiro, fui a consulta e fiz o que não fazia havia meses: pesei-me para constatar que tinha 70.9kg. CREDO. Embarquei na aventura.

O principio era simples, sou pessoa que gosto de ter pontos de controle, e ter consultas semanais só podia ser positivo.

E foi. De momento, já perdi 4kilos e alguns centrimetros generosos. Já vejo as minhas costas e cintura como AS MINHAS COSTAS E CINTURA que reconheço e que cabem na minha roupa.. sim aquela que em tempos pensei em deitar fora. Ainda não testei as minhas jeans favoritas da salsa mas sei que, mesmo que ainda não consiga entrar nelas, o tempo de o voltar a fazer está a caminho.

Há semanas que a coisa não corre tão bem, mas isto faz parte de uma jornada, não de um sprint. E, portanto, aprende-se com os erros, levanta-se a cabeça e começa-se de novo.

O que gosto mesmo nesta dieta? sim tem suplementos e algumas comidas de pacote (gelatinas, algumas sopas, cereais e barras) mas uma coisa perfeitamente sustentável. O facto de ir "picar o ponto" todas as semanas ajuda muito a manter o foco mas a melhor recompensa é mesmo no dia a dia. O que me custa mais é a ausência da fruta. Na semana passada pude comer uma fruta por dia (entre kiwi e morangos) e foi um satisfazer de desejos ao nivel de comer uma taça de leite creme ( a minha sobremesa favorita).

Esta semana está a correr bem (mas também ainda hoje é terça) pelo que estou esprançosa relativamente aos resultados na próxima pesagem.  e das medições, que adoro uma vez que tenho estado (quase sempre) a perder centimetros.

Como vai ser depois? have no idea! mas cá estou pronta para o que der e vier.




No comments:

Post a Comment